Publicada em: 08/11/2018 | 605 Visualizações

: Neto é preso por violência doméstica e familiar, após agredir covardemente sua própria  avó, em Rio Real-BA.







Na manhã dessa quarta-feira, 07, uma senhora compareceu à Unidade da 6ªCIPM para denunciar que seu neto teria a agredido fisicamente, mostrando escoriações pelo corpo.

Prontamente, a equipe de plantão após ouvir a narrativa da vítima, embarcou na viatura e deslocou-se até o endereço indicado, porém o suspeito não se encontrava no local. Mesmo assim, os policais continuaram em busca em toda região, até que, ao chegar nas imediações do mercado da feira livre visualizaram o agressor que recebeu voz de prisão. Sendo  conduzido à Delegacia de Polícia Civil de Rio Real-BA.

Vale salientar qie a Lei 11.340/06, tipifica como crime não somente entre companheiros que cometem violência contra suas companheiras, como também para todos aqueles que mantenham um vínculo afetivo e familiar, ou seja, não precisa ser necessariamente o marido ou companheiro: pode ser um parente ou uma pessoa do seu convívio. A denominada, Lei Maria da Penha, em que, a mesma traz em seu corpo normativo as medidas protetivas impostas aos respectivos agressores e o seu poder punitivo de coibir determinadas agressões físicas, psicológicas, morais, patrimoniais, sexuais.

Assim sendo, surgindo como uma inovadora forma de demonstrar a atuação eficaz e preventiva da autoridade policial no tocante ao êxodo da violência doméstica dentro da sociedade brasileira, assim como, com o fito de assegurar o fiel cumprimento das medidas protetivas, a Polícia Militar do Estado da Bahia pôs em prática o projeto/ação, “Ronda Maria da Penha”, a qual tem o objetivo precípuo de garantir a segurança das mulheres vítimas dos atentados domésticos.



6ªCIPM/CPRL: PROTEGER E SERVIR



PM e Comunidade na corrente do bem

FONTE: Ascom 6ªCIPM, em comunicação com a comunidade. Seja importante compartilhando nossas ações positivas!




santanaweb@riorealonline.com